Sinter: Campinas participa de projeto para cadastro nacional de imóveis

A Prefeitura de Campinas ratificou nesta quinta-feira, 15 de julho, na Sala Azul, o protocolo de intenções para que a cidade participe do projeto do Sistema Nacional de Gestão de Informações Territoriais (Sinter).

Os objetivos do sistema são: criar um cadastro nacional de imóveis; aprimorar os cadastros já existentes; agilizar os procedimentos e reduzir custos com papéis. A intenção é que o sistema reúna dados cadastrais, fiscais e geoespaciais de todos os imóveis urbanos e rurais do Brasil.


O protocolo foi assinado em 12 de abril entre a Prefeitura e a União, por meio da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB). Mas a Prefeitura de Campinas já colabora com o projeto desde 2019, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).


“Eu gostaria de reforçar a importância desse projeto, que vai trazer para o município um importante instrumento de gestão patrimonial dos imóveis de Campinas”, afirmou o prefeito Dário Saadi.

Já a secretária de Desenvolvimento Econômico, Adriana Flosi, pontuou: “a integração entre informações agregadas de fontes diversas sobre imóveis permitirá a visão do território brasileiro em um mapa contínuo, com vínculo às informações cadastrais, econômicas, fiscais, registrais, geoespaciais e temáticas”.


Ainda de acordo com a secretária: “é um projeto estratégico, não somente para a Receita Federal do Brasil, mas que também servirá aos municípios ao integrar, em um fluxo dinâmico, dados dos imóveis”.


O vereador Juscelino da Barbarense representou a Câmara Municipal durante o evento. Outras duas cidadeS, que são capitais, Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE), também participam do projeto.


Fonte: Prefeitura de Campinas/SP

GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS

marca_analisegeo.png
MAIS RECENTE: