Incra disponibiliza Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) a partir desta segunda-feira (02)

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) informa que, a partir desta segunda-feira (2), já está disponível o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) do exercício de 2019.

Para emiti-lo, os proprietários os proprietários, titulares do domínio útil ou possuidores a qualquer título de imóvel rural, deverão acessar pelo endereço eletrônico:


Emissão do CCIR: http://sncr.serpro.gov.br/ccir/emissao.

Outro canal onde pode ser acessado é no próprio Portal do Cadastro Rural: www.cadastrorural.gov.br. Ainda há o aplicativo SNCR-Mobile, disponível para IOS ou Android, que pode ser adquirido na Declaração de Cadastro Rural (CDR), no endereço: https://sncr.serpro.gov.br/dcr.

Caso não consiga acesso pela internet, o detentor do domínio do imóvel rural não precisa se deslocar até as sedes do Incra nas capitais, ele pode fazê-lo através Unidades Municipais de Cadastro (UMC) em todo âmbito do território nacional.


CERTIFICADO DE CADASTRO DE IMÓVEL RURAL


O CCIR é um documento fornecido pelo INCRA e constitui prova do cadastro do imóvel rural. Embora ele não sirva de prova de propriedade ou de direitos a ele, é indispensável para desmembrar, arrendar, hipotecar, vender ou prometer em venda o imóvel rural e para homologação de partilha amigável ou judicial, sendo considerado nula essas sem sua apresentação, conforme a legislação vigente.

Acesse a matéria original através do endereço: https://www.ricardoantunes.com.br/noticias/4399/incra-disponibiliza-certificado-de-cadastro-de-imovel-rural-ccir-a-partir-de-segunda-feira-02-pela-internet

GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS

marca_analisegeo.png
MAIS RECENTE:
MIGUEL NETO

Autor

 

Engenheiro Cartógrafo, com MBA em Auditoria e Gestão Ambiental. Palestrante e professor de Pós-Graduação em Geotecnologias e de Capacitação em Georreferenciamento de Imóveis Rurais. Membro do Comitê  Regional de Certificação de Imóveis Rurais. Saiba mais...

Inscreva-se

E FIQUE ATUALIZADO
Miguel Pedro da Silva Neto