Oportunidade: Secretaria das Cidades-DF prepara concurso analista de Engenharia Cartográfica e de Ag

Secretaria de Estado das Cidades-DF inicia os preparativos para novo concurso nas carreira de técnico e analista.

A Secretaria de Estado das Cidades do Distrito Federal iniciou os procedimentos para a realização de um novo concurso. No Diário Oficial desta quinta-feira, 4, é informado que a comissão que ficará responsável por elaborar estudos técnicos para a seleção já foi formada.


Conforme o documento, serão contemplados os cargos de analista e técnico da carreira de planejamento e gestão urbana e regional do Distrito Federal. Ainda segundo a publicação, o grupo de trabalho terá o prazo de 15 dias para apresentar os resultados das atividades desenvolvidas.


Depois da formação da comissão, o próximo passo deverá ser a escolha da banca. Confira as 13 etapas de um concurso público.

Reprodução do Diário Oficial de 4 de outubro de 2018

De acordo com a lei da carreira, para o cargo de técnico de planejamento e gestão urbana e regional é necessário o ensino médio e, nos casos especificados no edital do concurso, curso de formação profissional na área e registro no conselho de classe.


Já para analista, é preciso diploma de curso superior ou habilitação legal equivalente fornecido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação, com formação nas áreas indicadas e, nos casos especificados no edital normativo do concurso, registro no Conselho de Classe.

Carreiras têm mais de 400 cargos vagos


O quantitativo de vagas que serão contempladas no concurso da Secretaria de Estado das Cidades ainda não foi informado. No entanto, segundo o Portal de Transparência do DF, com dados de setembro, há 282 cargos vagos na carreira de analista e 158 na de técnico. Somadas, as funções possuem 440 cargos vagos.


Também segundo a Lei da carreira, poderão concorrer aos cargos de analista formados nas áreas de Arquitetura, Engenharia (Agrícola, Agronômica, Ambiental, Cartográfica, Civil, Agrimensura, Alimentos, de Segurança do Trabalho, Transportes, Elétrica, Florestal e Mecânica), Geografia, Geologia, Geoprocessamento e Meteorologia.


Para técnico, as formações aceitas são em Agrimensura, Agropecuária, Segurança do Trabalho, Topografia, Estradas, Edificação e Desenho. A jornada de trabalho dos servidores é de quarenta horas semanais. Para analistas, os ganhos iniciais devem ser acima de R$9.600, enquanto para os técnicos acima de R$5.980.


A Secretaria:

Criada em 15 de setembro de 2016, a Secretaria de Estado das Cidades tem o objetivo de fortalecer a articulação das administrações regionais com os outros órgãos do Governo do Distrito Federal. A pasta tem duas unidades vinculadas: Subsecretaria de Desenvolvimento Regional e Operação nas Cidades, responsável por planejar e coordenar ações nas 31 regiões administrativas e a Subsecretaria de Mobiliário Urbano e Participação Social, que coordena a atuação das feiras livres e permanentes, dos ambulantes, dos quiosques, trailers e food trucks.

GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS

marca_analisegeo.png
MAIS RECENTE:
MIGUEL NETO

Autor

 

Engenheiro Cartógrafo, com MBA em Auditoria e Gestão Ambiental. Palestrante e professor de Pós-Graduação em Geotecnologias e de Capacitação em Georreferenciamento de Imóveis Rurais. Membro do Comitê  Regional de Certificação de Imóveis Rurais. Saiba mais...

Inscreva-se

E FIQUE ATUALIZADO
Miguel Pedro da Silva Neto

    AnáliseGeo.Blog © 2016. Todos os direitos reservados.
    DuasIdeiasWix.com

    This site was designed with the
    .com
    website builder. Create your website today.
    Start Now